A linguagem matemática no processo de ensino-aprendizagem de modelagem no curso superior de Tecnologia em Design de Moda: um estudo de caso em uma faculdade de Recife-PE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/25944630422020071

Palavras-chave:

interdisciplinaridade , matemática , modelagem

Resumo

Em Design de Moda, fazer modelagem requer do profissional conhecimentos técnicos sobre medidas, tecidos, tecnologias de confecção e de costura, bem como saber interpretar dados, formas, tendências e cálculos de matemática básica. Por isso, os conceitos matemáticos constituem-se em relevantes aspectos nos processos de modelagens plana e tridimensional.  Este artigo tem por objetivo analisar, interdisciplinarmente, a partir da perspectiva discente, a relação entre o conhecimento de matemática e a modelagem, no processo de ensino-aprendizagem de um curso superior de Design de Moda. Para tanto, realizou-se um estudo de caso, exploratório-comparativo, de natureza quali-quantitativa no Curso Superior de Design de Moda, em uma faculdade privada de Recife-PE. Constatou-se que os discentes possuem uma defasagem em relação aos conhecimentos matemáticos básicos, reconhecem sua dificuldade e veem na interdisciplinaridade uma alternativa para dirimir tal problemática, pois o baixo conhecimento de alunos de Design de Moda sobre matemática interfere negativamente no desenvolvimento adequado de conhecimentos sobre modelagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Suzana Ferreira Paulino, Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE

Doutora em Letras/Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco e University of Birmingham - Inglaterra/UK. Professora Titular I, Coordenadora do departamento de Relações Internacionais da Facipe.

Referências

ARAÚJO, Mário de. Tecnologia do vestuário. Lisboa: Fundação Gulbenkian, 1996.

CARRAHER, Terezinha Nunes. (org.). et all. Aprender pensando: contribuições da Psicologia Cognitiva para Educação. Petrópolis: Vozes, 1994.

FEGHALI, Marta Kasznar; Dwyer Daniela. As engrenagens da moda. Rio de Janeiro: Editora Senac, 2006.

FONTOURA, Antonio Martiniano. A interdisciplinaridade e o ensino do design. Projética Revista Científica de Design. Universidade Estadual de Londrina l V.2 l N.2 l Dezembro 2011.

FRAGA, R. Blog do Ronaldo Fraga. Disponível em: <http://ronaldofraga.com/blog/?cat=3>. Acesso em: 19 de julho de 2017.

GRAVE, Maria de Fátima. A Modelagem sob a ótica da Ergonomia. São Paulo: Zennex Publishing, 2009.

INSTITUTO PAULO FREIRE. Inter¬transdisciplinaridade e transdiciplinadidade. Disponível em: <http://www.institutopaulofreire.com.br>. Acesso em: 13/06/19.

LIMA, Jonathan G. de; ITALIANO, Isabel C. O ensino do design de moda: o uso da moulage como ferramenta pedagógica. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 42, n. 2, p. 477-490, abr./jun. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ep/v42n2/1517-9702-ep-42-2-0477.pdf>. Acesso em: 11/10/2019.

MACEDO, Káritha B. de; ALVES, Andressa S. Intervenção Pedagógica em Modelagem: construindo a base do corpo feminino sob um novo olhar. Ensinarmode, Vol. 3, n. 1, p.060 - 073, 2594-4630, out-mai 2019.

MARTINS, Suzana Barreto. O conforto no vestuário: uma interpretação da ergonomia: metodologia de avaliação de usabilidade e conforto no vestuário. 2005. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.

______. Equação da ergonomia no design de vestuário: espaço do corpo, modelagem e matérias. In: Congresso Brasileiro de Ergonomia ‐ ABERGO, 14, 2006, Curitiba ‐ PR. Anais... Curitiba: ABERGO, 2006.

SOUZA, Patrícia de M. A modelagem tridimensional como implemento do processo de desenvolvimento do produto de moda. 2006. 113 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação, 2006. Disponível em: <http://hdl.handle.net/11449/96266>. Acesso em: 11/10/2019.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento Complexo. Instituto Piaget. Lisboa, 2003.

______. A cabeça bem feita. Repensar a reforma repensar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

______. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez, 2001.

______. Ciência da Consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

NUNES, Terezinha; BRYANT, Peter. Crianças Fazendo Matemática. Tradução Sandra Costa. Porto Alegre: Artes Médicas, 2007.

PIMENTA, S. G. & ANASTASIOU, L. (Org.) Docência no Ensino Superior. São Paulo: Cortez Editora, 2002.

RADICETTI, E. Medidas antropométricas padronizadas para a indústria do vestuárino. In: Conferência industrial e de confecção. Rio de Janeiro: SENAI/CETIQT, 2009.

SABRÁ, Flávio Modelagem tecnologia em Produção de Vestuário. são Paulo Estação das letras e cores, 2009.

SOUZA, Sidney Cunha de. Introdução à tecnologia da modelagem industrial. Rio de Janeiro: SEANAI/DN, 2006.

TREPTOW, Doris. Inventando Moda: planejamento de coleção. Brusque: D.Treptow, 2013.

Downloads

Publicado

2020-06-01

Como Citar

PAULINO, S. F. A linguagem matemática no processo de ensino-aprendizagem de modelagem no curso superior de Tecnologia em Design de Moda: um estudo de caso em uma faculdade de Recife-PE. Revista de Ensino em Artes, Moda e Design, Florianópolis, v. 4, n. 2, p. 71 - 91, 2020. DOI: 10.5965/25944630422020071. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/16386. Acesso em: 15 ago. 2022.