Relações intertextuais entre moda e escultura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/25944630422020110

Palavras-chave:

intertextualidade , escultura e moda, dorso , Emile-Antoine Bourdelle, Pa-lais Galliera

Resumo

Os estudos intertextuais, que têm como objeto fenômenos relacionais entre manifestações diversas, encontram bases teóricas na linguagem verbal. Assim, investigações sobre a visualidade buscam teorias da linguística para aproximações, as quais demandam análises, adequações. Desde os conceitos bakhtinianos de “dialogia” e “polifonia”, passando por “intertextualidade”, de Kristeva, bem como “tradução” (verbal), abordado por inúmeros autores, Calabrese é exceção, pois ocupou-se de tradução no campo da visualidade. Ramalho e Oliveira e Jardim Filho também se excluem, apresentando propostas intertextuais no campo visual. Aqui analisa-se uma articulação entre escultura e moda, amalgamando em imagens de dorsos, nus ou vestidos, o conceito curatorial de uma mostra ocorrida em 2019, em Paris.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Regina Ramalho e Oliveira, UDESC

Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS (1986), é Doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC São Paulo (1998), com pós-doutoramento na França, em Semiótica Visual (2002). Pesquisadora e professora da Universidade do Estado de Santa Catarina/UDESC, atua na Graduação e no Mestrado em Artes Visuais e Design como professora e orientadora. É membro do Grupo de Pesquisa Núcleo de Estudos Semióticos e Transdisciplinares do CNPq e, também, é membro da InSEA (International Society of Education through Art), da ABCA (Associação Brasileira de Críticos de Arte), da AICA (Association Internationale de Critiques dArt), da ISVS (International Association of Visual Semiotics), do CRICC (Centre de Recherche Images, Cultures et Cognitions) da Université Paris 1- Panthéon-Sorbonne. Pesquisa nas áreas de Semiótica Visual, Ensino de Arte e Teoria e Crítica da Arte. 

Referências

BAKHTIN, M. “Une source de l’intertextualité ? La dialogisme”. In : RABAU, Sophie. L’Intertextualité. Paris: Flammarion, 2002.

CALABRESE, O. “Lo strano caso dell’equivalenza imperfetta (modeste osservazioni sulla traduzione intersemiótica)”. In: CALABRESE, O. Fra parola e immagine: metodologie ed esempi di analisi. Milano: Editora Mondadori Universitária de Milano, 2008.

FARIAS, J. P. & RAMALHO E OLIVEIRA, S. O fenômeno semiótico da tradução em Omar Calabrese: uma resenha. In: Revista DAPesquisa, v. 11, p. 220-234, 2012.

FIORIN, J. L. Introdução ao pensamento de Bakhtin. São Paulo: Ática, 2008.

FRANCE, A. Apologie pour le plagiat. Paris : Éditions du Sonneur, 2013.

GENETTE, G. “La transtextualité ou l’intertextualité redéfinie”. In : RABAU, S. L’Intertextualité. Paris: Flammarion, 2002.

GENETTE, G. Introduction à l’architexte. Paris : Seuil, 1979.

GREIMAS, A. J. & J. COURTÉS. Dicionário de Semiótica. São Paulo: Cultix, 1989.

JAKOBSON, R. Lingüística e Comunicação. São Paulo: Cultrix, 1990.

JARDIM FILHO, A. J. Intertextualidade como proposta para o ensino de arte: um exercício a partir das concepções visuais de Aloisio Magalhães. 2019, 207 p. Tese (Doutorado) – Universidade do Estado de Santa Catarina, Centro de Artes, Doutorado em Artes Visuais, Florianópolis, 2019.

KOCH, I. Introdução à linguística textual. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

KRISTEVA, J. “L’acte de naissance de l’intertextualité ou l’espace de la signification”. In : RABAU, Sophie. L’Intertextualité. Paris: Flammarion, 2002.

KRISTEVA, J. Introdução à semanálise. São Paulo: Perspectiva, 1974.

LANDOWSKI, E. Passions sans nom. Paris: PUF, 2005.

NIEDZIELUK, L. C. “Arquitetônica bakhtiniana na leitura de retratos – um possível modus faciendi”. In: Anais do X Semiinário Leitura de Imagens para a Educação: múltiplas mídias. Florianópolis, 29 de novembro de 2017 - ISSN 2175-1358 7

PIÈGAY-GROS, N. Introduction à l’intertextualité. Paris : Dunod, 1996.

RAMALHO E OLIVEIRA, S. & JARDIM FILHO, A. J. “Estudos intertextuais na visualidade: uma abordagem para o ensino da arte?” In: Anais do 26º. Encontro Nacional da ANPAP. Campinas, setembro de 2017. ISSN 2175-8212

Downloads

Publicado

2020-06-01

Como Citar

RAMALHO E OLIVEIRA, S. R. Relações intertextuais entre moda e escultura. Revista de Ensino em Artes, Moda e Design, Florianópolis, v. 4, n. 2, p. 110 - 123, 2020. DOI: 10.5965/25944630422020110. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/16559. Acesso em: 19 ago. 2022.