DIRETRIZES CURRICULARES ESTADUAIS PARA O ENSINO DE SOCIOLOGIA: em busca do mapa comum<em>STATE CURRICULUM GUIDELINES FOR TEACHING SOCIOLOGY: in search of a common map</em>

Autores

  • Mário Bispo Santos Secretaria de Educação do Distrito Federal

Resumo

Este artigo é resultado de um levantamento acerca das diretrizes curriculares estaduais para o ensino de Sociologia em nível médio. Ele teve como ponto de partida a seguinte questão: será que existiria um mapa comum, a partir do qual, as diretrizes teriam sido construídas e que poderia subsidiar a discussão de uma proposta curricular nacional? Em busca de respostas, realizou-se uma análise do conteúdo referente a quatorze diretrizes estaduais objetivando identificar diferenças e recorrências entre elas. Constatou-se a existência de um referencial comum formado por categorias relativas à Antropologia, Ciência Política e Sociologia, bem como, por categorias localizadas nas fronteiras entre as áreas das Ciências Sociais. Observou-se ainda, em conformidade com as elaborações teóricas de Pierre Bourdieu e Willem Doise, a existência de diferenciações dentro daquele referencial, provavelmente, ancoradas em concepções opostas acerca da disciplina e do seu ensino. O artigo, então, aponta a necessidade de mais pesquisas com a finalidade de explicar a grande visibilidade de alguns conceitos e temas no mapa, mas, sobretudo, a invisibilidade parcial ou total de outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mário Bispo Santos, Secretaria de Educação do Distrito Federal

Mestre em Sociologia pela Universidade de Brasilia, na área de ciência, tecnologia e sociedade. Professor da rede pública do Distrito Federal

Downloads

Publicado

2012-07-10

Como Citar

SANTOS, M. B. DIRETRIZES CURRICULARES ESTADUAIS PARA O ENSINO DE SOCIOLOGIA: em busca do mapa comum<em>STATE CURRICULUM GUIDELINES FOR TEACHING SOCIOLOGY: in search of a common map</em>. PerCursos, Florianópolis, v. 13, n. 1, p. 40 - 59, 2012. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/percursos/article/view/2439. Acesso em: 1 jul. 2022.