O crime organizado como objeto de pesquisa na História: entrevista com Fernando Afonso Salla – (NEV/USP)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724623512022331

Palavras-chave:

História do Tempo Presente, crime organizado, penitenciária

Resumo

No Brasil, as organizações criminosas constituem uma ameaça à ordem estatal, sendo historicamente um problema de segurança pública nacional, relacionado diretamente com o sistema penitenciário, o qual se desenvolveu como local de origem e gestão desses grupos. Na área das Ciências Humanas, ainda são escassas as pesquisas acerca do crime organizado no campo da História, sendo as produções científicas mais avançadas provenientes dos estudos sociológicos. Portanto, o objetivo desta entrevista com Fernando Afonso Salla, do Núcleo de Estudos da Violência (USP), é pensar a interlocução entre a História e as pesquisas sobre o crime organizado, os espaços que podem ser preenchidos para agregar novas problematizações e os principais caminhos para realizar tais possibilidades. A entrevista foi realizada em 11/10/2021.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Müller Farias, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Mestre em História pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC. Doutorando em História na Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC.   

Downloads

Publicado

2022-05-13

Como Citar

FARIAS, E. M. O crime organizado como objeto de pesquisa na História: entrevista com Fernando Afonso Salla – (NEV/USP). PerCursos, Florianópolis, v. 23, n. 51, p. 331 - 339, 2022. DOI: 10.5965/1984724623512022331. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/percursos/article/view/21386. Acesso em: 5 jul. 2022.