“Da praça pública ao palácio”: a atuação da imprensa cearense na cultura da memória do cangaço (1982-1995)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724620422019068

Resumo

O artigo realiza uma análise da cultura da memória do cangaço na cena pública cearense do tempo presente com atenção particular à atuação da imprensa no processo em relevo. Apresenta aspectos da sua ressignificação como um tipo de tema sensível do Nordeste Brasileiro, durante o terço final do século XX, notando o lugar do estado cearense em movimento nordestino responsável pela revisitação, fortalecimento e patrimonialização que a envolve em vários usos de desejo de tradição gestados entre acordos e conflitos; observa a atuação de uma governança específica, formada pelo jornal O Povo em articulação com a Secretaria de Cultura do Ceará, no processo de empreendedorismo dessa memória; atenta para a operação midiográfica mobilizada na imprensa cearense em diferentes momentos, analisando como se constroem memórias através de narrativas de revisão, reflexão e reavaliação desse passado. Em seu curso, destaca ações centrais no período, a fim de problematizar algumas representações da memória em jogo.

Palavras-chave: Cangaço. Lampião. Memória. Ceará. Imprensa. Patrimônio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vagner Silva Ramos Filho, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

Doutorando em História pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Possui graduação em História (2013) e mestrado em História Social (2016) pela Universidade Federal do Ceará - UFC.  Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Patrimônio e Memória (GEPPM-UFC/CNPq) e do Grupo de Pesquisa História Popular do Nordeste (UFS/CNPq).

Downloads

Publicado

2019-08-21

Como Citar

RAMOS FILHO, V. S. “Da praça pública ao palácio”: a atuação da imprensa cearense na cultura da memória do cangaço (1982-1995). PerCursos, Florianópolis, v. 20, n. 42, p. 68 - 104, 2019. DOI: 10.5965/1984724620422019068. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1984724620422019068. Acesso em: 16 maio. 2022.