Filhos/as adotivos/as, quando revelar este segredo

Autores

  • Elisiane Valandro Universidade de Passo Fundo
  • Silvana Terezinha Baumkarten Universidade de Passo Fundo

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724614272013056

Resumo

Este estudo teve como finalidade investigar os aspectos que geram ansiedade nos pais adotivos no momento da revelação da adoção e da história pré-adotiva ao filho. A base de relações saudáveis é mantida através do princípio da verdade. Assim, quando os pais omitem do filho a condição de ser adotado, e sua historia de origem, além de estarem prejudicando-o na construção de sua identidade, fazem com que a confiança entre ambos fique prejudicada. Participaram da pesquisa cinco famílias que fizeram acompanhamento no estágio de convivência de adoção, no Centro de Psicologia Aplicada da Universidade de Passo Fundo, as quais participam do Projeto de Extensão de Terapia Familiar com Famílias Adotivas. Cabe à Psicologia desconstruir preconceitos em relação à adoção, propiciando, tanto aos pais quanto aos filhos adotivos, uma melhor compreensão de que para se estabelecer uma relação saudável é necessário não haver segredos dentro do âmbito familiar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisiane Valandro, Universidade de Passo Fundo

Psicóloga formada pela Universidade de Passo Fundo

Silvana Terezinha Baumkarten, Universidade de Passo Fundo

Doutora em Psicologia pela Universidade de Brasília Professora Titular III do Curso de Psicologia da Universidade de Passo Fundo

Downloads

Publicado

2014-02-28

Como Citar

VALANDRO, E.; BAUMKARTEN, S. T. Filhos/as adotivos/as, quando revelar este segredo. PerCursos, Florianópolis, v. 14, n. 27, p. 56 - 86, 2014. DOI: 10.5965/1984724614272013056. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1984724614272013056. Acesso em: 30 nov. 2022.