Migrações internacionais contemporâneas: os equatorianos na cidade do Rio de Janeiro

Autores

  • Camila da Silva Vieira Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724215282014310

Resumo

O presente estudo se insere no contexto das migrações internacionais contemporâneas, intensificadas a partir da década de 1980 com a globalização. Destaca-se a capacidade atrativa da cidade do Rio de Janeiro para imigrantes internacionais na atualidade, como já o fizeram alguns estudos, que identificaram a intensificação de muitos fluxos, a exemplo dos latino-americanos, refletindo a importância do papel do Brasil como referência regional. Ratificando essa tendência, latino-americanos, em especial equatorianos, foram observados, empiricamente, trabalhando no comércio de rua da cidade do Rio de Janeiro a partir de 2011, apesar de serem contabilizados de maneira pouco significativa pelos dados do Censo Demográfico de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Sendo assim, os equatorianos foram escolhidos como objeto de investigação por representarem um fluxo recente até agora pouco explorado pelas pesquisas e pouco captado pelo censo demográfico. Como resultado, contatou-se serem indivíduos que viajam o mundo vendendo suas mercadorias e que inseriram a cidade do Rio de Janeiro em sua rota migratória atualmente. Palavras-chave: Migração internacional; equatorianos; comércio de rua; Rio de Janeiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila da Silva Vieira, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mestre em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Downloads

Publicado

2014-07-16

Como Citar

VIEIRA, C. da S. Migrações internacionais contemporâneas: os equatorianos na cidade do Rio de Janeiro. PerCursos, Florianópolis, v. 15, n. 28, p. 310 - 336, 2014. DOI: 10.5965/1984724215282014310. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1984724215282014310. Acesso em: 5 jul. 2022.