Velhice: tempo de lembrar? Entre a memória e o esquecimento

Autores

  • Gladis Hoerlle Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE - Campus de Marechal Cândido Rondon.

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724215282014285

Resumo

Este artigo se propõe apresentar uma pesquisa realizada a partir de entrevistas de história oral com mulheres idosas. Nelas, estas mulheres privilegiam suas experiências, inicialmente como pequenas agricultoras, emigrantes dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul para a região oeste do Paraná, a partir das décadas de 1950 e 1960, e, atualmente, como aposentadas, morando no espaço urbano do município de Marechal Cândido Rondon/PR. Analisamos aqui a história de vida e o relato da experiência da prática da escrita de si (diário) de uma dessas mulheres. Palavras-chave: Mulheres; Memória; Família; Escrita de si; História oral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gladis Hoerlle, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE - Campus de Marechal Cândido Rondon.

Mestra em História pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE - Campus de Marechal Cândido Rondon.

Downloads

Publicado

2014-07-16

Como Citar

HOERLLE, G. Velhice: tempo de lembrar? Entre a memória e o esquecimento. PerCursos, Florianópolis, v. 15, n. 28, p. 285 - 309, 2014. DOI: 10.5965/1984724215282014285. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1984724215282014285. Acesso em: 14 ago. 2022.