Processo migratório uruguaio: percepções, significados e desdobramentos em Santa Maria (RS – Brasil)

Autores

  • Ana Camila Ferreira Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Maria Catarina Chitolina Zanini Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724215282014190

Resumo

A questão migratória no Uruguai tem sido alvo constante de interesse acadêmico, uma vez que este país tem demonstrado saldo migratório negativo desde a década de 60, ou seja, o contingente emigratório tem superado o imigratório nos últimos 50 anos. Partindo das narrativas e das trajetórias e vivências experienciadas por 14 migrantes uruguaios residentes na cidade de Santa Maria (RS – Brasil), foi possível observar como retratam, percebem e significam os seus processos migratórios. Foi constatada uma multicausalidade atribuída aos elementos considerados motivadores do fenômeno, além de algumas questões específicas, como: a situação política e econômica do Uruguai, oportunidades proporcionadas pela Universidade Federal de Santa Maria e relatos de migrações por amor. Palavras-chave: Migração internacional; Uruguaios; Trajetórias e vivências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Camila Ferreira, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Cientista Social pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), graduada em 2014.

Maria Catarina Chitolina Zanini, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Possui graduação em Curso de Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul- UFRGS (1987), mestrado em Antropologia pela Universidade de Brasília- UnB (1997), doutorado em Ciência Social (Antropologia Social) pela Universidade de São Paulo- USP (2002) e Pós-doutorado pelo Museu Nacional (MN-UFRJ) (2008). Atualmente é professora associada da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), vinculada aos Programas de Pós-Graduação em Ciências Sociais e Programa de Pós-Graduação em História. Coordenadora do NECON/UFSM (Núcleo de Estudos Contemporâneos). Membro do Comitê de Iniciação Científica e de Inovação Tecnológica da UFSM. Tem experiência na área de Antropologia, trabalhando principalmente com as seguintes temáticas: migrações, teoria antropológica, campesinato e etnicidade. Pesquisadora Associada do NIEM-UFRJ (Núcleo de Estudos Migratórios).

Downloads

Publicado

2014-07-15

Como Citar

FERREIRA, A. C.; ZANINI, M. C. C. Processo migratório uruguaio: percepções, significados e desdobramentos em Santa Maria (RS – Brasil). PerCursos, Florianópolis, v. 15, n. 28, p. 190 - 222, 2014. DOI: 10.5965/1984724215282014190. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1984724215282014190. Acesso em: 8 ago. 2022.