Mulheres Casadas e a Experiência do HIV/AIDS

Autores

  • Fernanda Cristina Leite de Oliveira UFPR
  • Marlene Tamanini UFPR

Resumo

Trata-se de analisar a experiência de mulheres que se descobriram portadoras do vírus HIV, quando a contaminação é resultado de relações afetivas, conjugais e sexuais estáveis. Com o intuito de analisar quais dimensões sociais, culturais, afetivas, sexuais e de conjugalidade interagem com a situação da contaminação, do seu desvelamento e da continuidade da vida após a descoberta. Para tal, foram ouvidas 13 (treze) mulheres soropositivas. Como se reconstroem essas mulheres é parte da trilha resgatada com esta pesquisa, a qual também se insere no bojo dos marcos que constituem as responsabilidades sobre direitos sexuais e reprodutivos, e como elas subjetivam a experiência. Além disso, é possível encontrar neste trabalho um breve histórico acerca da expansão da epidemia no País. Mostra-se como a contaminação estava inicialmente associada ao homossexualismo e aos então chamados grupos de risco. Atualmente, porém, observa-se a feminização da epidemia no Brasil, à qual, em muitos casos, se associa a vulnerabilidade feminina em amplos processos envolvidos nessas relações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Cristina Leite de Oliveira, UFPR

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Paraná (2008). Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia da Saúde, Relações de Gênero, Direitos Sexuais e Reprodutivos.

Marlene Tamanini, UFPR

Possui graduação em Ciências Sociais e Políticas pela Fundação Escola de Sociologia Política (1992), mestrado em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina (1997), doutorado em Programa Interdisciplinar em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003) e doutorado sanduíche no CNRS/França (2003). Atualmente é editora colaboradora - Revista Estudos Feministas e Revista Sociedade e Tecnologia da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, professora adjunto da Universidade Federal do Paraná. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Gênero e Trabalho, tecnologias reprodutivas conceptivas e reprodução humana, atuando principalmente nos seguintes eixos: Produções tecnológicas e médicas em laboratório e seus efeitos produtivos e prescritivos nas práticas sociais, nos modelos tecno - científicos e jurídicos, referidos a embriões, filiação, maternidade, paternidade e família; reprodução, conjugalidade, amor, sexualidade; trabalho, gênero, ciência, e trajetórias acadêmicas profissionais; riscos, saúde, direitos sexuais e reprodutivos bioética referida a medicina reprodutiva.

Downloads

Publicado

2008-11-17

Como Citar

LEITE DE OLIVEIRA, F. C.; TAMANINI, M. Mulheres Casadas e a Experiência do HIV/AIDS. PerCursos, Florianópolis, v. 9, n. 2, p. p. 17 - 34, 2008. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1587. Acesso em: 25 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos Demanda Contínua