Psicilogia clínica: do enfoque individual à abordagem familiar<br>Clinical Psychology: From an Individual to a Family Approach

Autores

  • Joyce Cardoso Figueira

Resumo

Este artigo propõe-se a fazer uma síntese da história da psicologia clínica, enfatizando a abordagem psicanalítica, seus conceitos principais, tais como: id, ego e superego, as fases do desenvolvimento psicossexual e os instrumentos técnicos propostos por Sigmund Freud, seu criador, em fins do século XIX, em Viena. Posteriormente, será destacada a história das abordagens familiares, que tiveram suas origens na referida psicanálise. Da mesma forma, serão revisados seus principais conceitos, tais como: paciente identificado, a noção sistêmica de que os “todos” são tão importantes como as “partes”, a idéia de duplo vínculo, fronteiras e hierarquia familiar, entre outros. Serão destaques também alguns dos terapeutas familiares pioneiros nesta prática clínica e suas contribuições em meados do século XX, nos Estados Unidos.Mostrando como as duas abordagens estão contextualizadas e correlacionando-as entre si, aborda-se os elos de ligação entre ambas, o que têm em comum e em que aspectos estão em divergência favorecendo uma compreensão mais aprofundada sobre o tema em questão.

Palavras-chave: Psicologia Clínica. Psicanálise. Psiquismo. Id. Ego. Superego. Insight. Abordagens Familiares. Sistema. Duplo Vínculo. Fronteiras Familiares. Hierarquia Familiar.  

Abstract: This article offers a synthesis of the history of clinical psychology, emphasizing the psychoanalytical approach, its principal concepts, such as: id, ego and superego, the psychosexual phases of development and the technical instruments proposed by its creater, Sigmund Freud, in the late 19th century in Vienna. The article then highlights the history of family approaches, which had their origins in psychoanalysis. The principal concepts are reviewed such as: the identified patient; the systemic notion that the “whole” is as important as the “parts”; the idea of a dual link; family borders and family hierarchy, among others. Some of the pioneer family therapists in this clinical practice from the mid 20th century in the United States will also be reviewed along with their contributions. The paper shows how the two approaches are contextualized and co-related to each other and analyzes the links between the two, and their similarities and differences, allowing a deeper understanding of the theme.

Key-words: Clinical Psychology. Psychoanalysis. Id. Ego. Superego. Insight. Family Approaches. Double Link. Family Borders. Family Hierarchy.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-03-13

Como Citar

CARDOSO FIGUEIRA, J. Psicilogia clínica: do enfoque individual à abordagem familiar<br>Clinical Psychology: From an Individual to a Family Approach. PerCursos, Florianópolis, v. 6, n. 2, 2007. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/percursos/article/view/1449. Acesso em: 7 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Demanda Contínua