Sobre a Revista

URDIMENTO – Revista de Estudos em Artes Cênicas, fundada em 1997 -   é uma publicação contínua do Programa de Pós-Graduação em Teatro, do Centro de Artes, da Universidade do Estado de Santa Catarina. Alicerçada no diálogo privilegiado entre professores e pesquisadores, a revista tem compromisso com a criação de um corpo temático de pesquisa, promovendo estímulo e suporte teóricos para futuras reflexões sobre diferentes temas abordados na grande área das Artes Cênicas. 

A Urdimento publica trabalhos originais e inéditos oriundos de estudos teóricos, experimentações práticas, pesquisas e reflexões, atuais e históricas, procurando oferecer aos seus leitores textos de qualidade e excelência, tanto de pesquisadores nacionais como de estrangeiros, bem como traduções de trabalhos de pesquisadores estrangeiros. A Urdimento publica textos inéditos em português ou espanhol.

A Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas -  objetiva:

I -  Estabelecer-se como canal de divulgação de estudos recentes e inovadores na área de concentração - Teorias e Práticas do Teatro-, e suas diferentes linhas do Programa de Pós-Graduação em Teatro – Teatro, Sociedade e Criação Cênica; Pedagogia das Artes Cênicas; Linguagens Cênicas, Corpo e Subjetividade; e, Imagens Políticas.

II - Desenvolver o intercâmbio entre pesquisadores e profissionais atuantes na área das Artes Cênicas.

III - Fomentar o intercâmbio de informações e experiências entre instituições nacionais e/ou estrangeiras.

IV - Fomentar o debate de questões teórico-metodológicas referentes às Artes Cênicas.

V - Divulgar publicações originais e inéditas de: artigos, relatos, dramaturgia, entrevistas, resenhas e documentos concernentes à pesquisa em Artes Cênicas.

 

Missão: Alicerçada no diálogo privilegiado entre professores e pesquisadores, a revista tem compromisso com a criação de um corpo temático de pesquisa, promovendo estímulo e suporte teóricos para futuras reflexões sobre diferentes temas abordados na grande área das Artes Cênicas.

 

 Política de avaliação: O artigo submetido à Urdimento ­– Revista de Estudos em Artes Cênicas - primeiramente passa pela leitura e apreciação da equipe editorial que irá verificar se o mesmo atende os critérios de publicação da revista, principalmente relacionado ao escopo da linha editorial. Após essa primeira analise o artigo poderá ser devolvido ao autor com observações e/ou sugestões ou diretamente encaminhado para avaliação de dois pareceristas ad hoc (pesquisadores especialistas no tema, vinculados a outras IES nacionais ou internacionais). Havendo divergências nas avaliações, o artigo será submetido a um terceiro avaliador para elaboração do parecer final e comunicação ao autor se o texto foi aprovado integralmente, aprovado com revisões requeridas ou rejeitado.

Periodicidade: Contínua - Com previsão de publicação nos meses de março/abril, agosto/setembro e novembro/dezembro de cada ano.

 

 Taxas: A revista Urdimento não cobra nenhuma taxa por textos publicados e tampouco pelos submetidos para avaliação, revisão, publicação, distribuição ou download.

 

Responsabilidade ideológica: Os artigos cujos autores são identificados representam a expressão do ponto de vista de seus autores e não a posição oficial da revista Urdimento ou do Programa de Pós-Graduação em Teatro do CEART/UDESC.

 

Conflito de interesses: O conflito de interesses pode ser de ordem acadêmica, pessoal, política, comercial, financeira ou, ainda, de outra natureza. O conflito de interesses é um processo ou uma situação em que autores, revisores ou editores possuem interesses, visíveis ou não, que podem influir na produção dos dados, na redação ou na avaliação/revisão do manuscrito. O processo de revisão por pares, a atividade dos editores e a credibilidade das informações presentes nos manuscritos estão associados à gestão do conflito de interesses.

O(s) autor(es) do manuscrito deve(m) informar obrigatoriamente se existe ou não conflito de interesses por meio de uma declaração. Esta deverá ser obrigatoriamente anexado no Passo 4 – transferência de documentos suplementares. Nos manuscritos em que houver conflito de interesses essa informação deverá constar obrigatoriamente em uma nota de rodapé presente no início do texto.

O(s) revisor(es) devem obrigatoriamente informar a equipe editorial da revista Urdimento sobre a presença de conflito de interesses declarando-se não qualificado(s) para proceder à avaliação do manuscrito.

O(s) consultor(es) ad hoc deve(m) obrigatoriamente dar ciência aos editores da Urdimento de quaisquer conflitos de interesse que possam ter influência em sua opinião sobre o manuscrito, e, se for o caso, deve(m) declarar-se não qualificado(s) para dar-lhe parecer.

 

Verificação de Similaridade

A Urdimento, bem como todos os periódicos da UDESC, é membro do Similarity Check, iniciativa lançada pela Crossref que reúne vários periódicos com o objetivo de proteger a originalidade dos conteúdos que publicam.

A Verificação de Similaridade usa o software iThenticate para detectar coincidências e semelhanças entre os textos sob avaliação e aqueles publicados anteriormente em outras fontes.

Ao depositar todo o nosso conteúdo na base de dados da Verificação de Similaridade, permitimos que outros editores comparem seus textos submetidos com aqueles publicados anteriormente.

 

Indexação da Urdimento: É tarefa da Editora-chefe e dos Editores-Associados procurar indexar a Urdimento em indexadores que lhe deem visibilidade e manutenção de sua qualidade. Cabe a eles também a permanente atualização dos artigos da Urdimento juntos aos indexadores já conquistados.

 

Redes Sociais: O Núcleo de Periódicos do PPGT é o responsável pela alimentação das redes sociais da Urdimento. É vedada autopromoção nas postagens, propaganda político-partidária, uso de linguagem chula e ofensiva.

 

Política de Privacidade: As opiniões expressas nos artigos são de inteira responsabilidade dos autores. A publicação de artigos, fotos e desenhos foi autorizada pelos responsáveis ou seus representantes. Os nomes e endereços informados nesta revista não estão disponíveis para outras finalidades ou a terceiros.

 

Política de Acesso Livre

A Urdimento oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração.  Para a preservação digital, esta revista utiliza o sistema PKP PN no Open Journal System.

 

Histórico da Urdimento

A Urdimento foi lançada em 1997, como periódico do Núcleo de Pesquisas Teatrais para a América Latina, do Centro de Artes (CEART) e da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), tendo o Professor Doutor André Carreira como seu idealizador, e seu editor até 2003.

Em 2004 a Urdimento passou a ser um periódico do Programa de Pós-Graduação em Teatro (PPGT). A editoria passou ao encargo de Edélcio Mostaço e a sua periodicidade anual foi normalizada. Em 2005 a Urdimento conquistou o conceito A junto ao qualis da CAPES para periódicos nacionais.

Em 2006 a editoria da Urdimento adotou a política de publicar na capa e na contracapa imagens de espetáculos produzidos nas disciplinas de Montagem Teatral I e II do curso de graduação em Teatro do CEART.

Em 2007 o periódico assume a nomenclatura definitiva e que mantém até os dias de hoje (2021), denominando-se Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas.

No ano de 2008 a Urdimento reformulou sua estrutura interna ao adotar os Dossiês Temáticos em suas seções. E passou a ser um periódico semestral. Mudanças nas estruturas também ocorreram em 2011 quando foi criada a seção Ensaio Fotográfico de Espetáculos, com o intuito de dar visibilidade aos processos cênicos dos docentes e discentes do  CEART, criando um registro histórico das suas Montagens.

Com o v. 1 n. 22 (2014) a Urdimento deixou de ser impressa e torna-se um periódico, exclusivamente, online, adequando-se, desta forma, as novas mídias e proposições dos periódicos nacionais e internacionais. E as mudanças continuaram quando em 2017 este periódico se tornou uma edição quadrimestral. E foi a sua viabilidade em periódico online que possibilitou a sua manutenção e crescimento durante a pandemia de 2020/2021.

As alterações da Urdimento, ao longo desses vinte e quatro anos de história (1997-2021), revelam que este periódico se mantem vivo e em permanente busca de aproximar-se do pensamento e da prática teatral contemporânea ou histórica. E, com isso, a Urdimento se reinventa e se apropria das novas ferramentas advindas da implementação dos cursos de Mestrado e Doutorado em Teatro, junto ao CEART/UDESC. Nesse percurso diferentes editores, que assumiram a responsabilidade de continuar produzido esse relevante periódico, hoje qualis A1 na CAPES, foram estreitando os laços entre a produção artística da graduação e a reflexão teórica/prática na pós-graduação.

Indicadores

A Urdimento possui um índice H de 13 e o Índice i10 de 25, formulado a partir do Google Acadêmico em maio de 2019.

Sponsors