As salas especializadas do Ginásio Paranaense e a constituição do patrimônio educativo do Colégio Estadual do Paraná

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984723824542023253

Palavras-chave:

instrução secundária, cultura material escolar, patrimônio educativo

Resumo

O Ginásio Paranaense foi uma instituição de ensino secundário, criada em 1892, na cidade de Curitiba, estado do Paraná. Este artigo tem como objetivo analisar a organização das salas especializadas desse educandário, bem como o percurso dos objetos que as compunham, os quais se constituem como patrimônio educativo do Colégio Estadual do Paraná. O edifício utilizado como objeto de estudo foi construído no ano 1904 e utilizado pela instituição até 1949; esse prédio ainda se encontra em uso, sendo hoje sede da Secretaria da Cultura do Estado do Paraná. A análise foi desenvolvida a partir do questionamento a respeito da formação das salas ambiente e de como a constituição material desses espaços influenciou na composição do acervo do Colégio Estadual do Paraná. A fim de analisar a composição material das salas ambiente foram utilizadas fotografias desses espaços, assim como inventários de materiais feitos por professores responsáveis pelas disciplinas. A discussão foi delineada sob a ótica dos conceitos de cultura material escolar e patrimônio educativo, sendo os principais referenciais teóricos os trabalhos de Rosa Fátima de Souza, Antonio Viñao Frago e Marcus Levy Bencostta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAYER, Germano. Um adolescente bem orientado. Blumenau: Nova Letra, 2009.

BENCOSTTA, Marcus Levy Albino. Arquitetura e espaço escolar: o exemplo dos

primeiros grupos escolares de Curitiba. In: BENCOSTTA, Marcus Levy Albino (org.). História da educação, arquitetura e espaço escolar. São Paulo: Cortez, 2005, p. 95-140.

BENCOSTTA, Marcus Levy. A noção de cultura material escolar em debate no campo de investigação da História da Educação. In: CASTRO, César Augusto; CASTELLANOS, Samuel Luis Velázquez (org.). A escola e seus artefatos culturais. 1. ed. São Luís: EDUFMA, 2013. v. 1. p. 21-34.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília: Planalto, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 09 set. 2022.

CABRERA, Cristina Yanes. El patrimonio educativo intangible: un recurso emergente en la museología educativa. Cadernos de História da Educação, Uberlândia, n. 6, p. 71-85, jan./dez. 2007.

ESCOLANO BENITO, Agustín. Patrimonio material de la escuela e historia cultural. Revista Linhas, Florianópolis, v. 11, n. 2, p. 13-28, jul./dez. 2010. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/2125. Acesso em: 09 abr. 2016.

FONSECA, Maria Cecilia Londres. O patrimônio em processo: trajetória da política federal de preservação no Brasil. 3. ed. Rio de Janeiro: UFRJ, 2009.

GINÁSIO PARANAENSE. Livro de ofícios expedidos pela direção do Ginásio Paranaense. Curitiba: Ginásio Paranaense, 1928.

GINÁSIO PARANAENSE. Livro de registro de pareceres da Comissão de Finanças, Docência e Ensino. Curitiba: Ginásio Paranaense, 1932.

GINÁSIO PARANAENSE. Livro de registro de pareceres da Comissão de Finanças, Docência e Ensino. Curitiba: Ginásio Paranaense, 1941.

GINÁSIO PARANAENSE. Livro de registros de publicações oficiais. Curitiba: Ginásio Paranaense, 1938.

GINÁSIO PARANAENSE. Material escolar: carga e descarga. Curitiba: Ginásio Paranaense, 1919.

HENKEL, Armin. Ginásio Paranaense. 1941. 55 fotografias. Acervo Centro de Memória do Colégio Estadual do Paraná.

MARTÍN, Ramón López. Historia de la escuela y cultura escolar: dos décadas de fructíferas relaciones. Un balance a propósito de la emergente importancia del patrimonio escolar. Cuestiones Pedagógicas, Sevilla, n. 22, p. 17-42, 2013. Disponível em: https://revistascientificas.us.es/index.php/Cuestiones-Pedagogicas/issue/view/828 Acesso em: 02 mar. 2015.

PARANÁ. Relatório do diretor geral da Instrução Pública ao secretário do Interior, Justiça e Instrução Pública. Curitiba: [s.n.], 1908.

PARANÁ. Relatório do diretor geral da Instrução Pública ao secretário do Interior, Justiça e Instrução Pública. Curitiba: [s.n.], 1916.

SALTURI, Luis Afonso. A paisagem paranaense fotografada por Armin Henkel. PROA: Revista de Antropologia e Arte, Campinas, v. 1, n. 4, p. 275-291, 2013. Disponível em: https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/proa/issue/view/134/11. Acesso em: 02 mar. 2020.

SOUZA, Rosa Fátima. Objetos de ensino: a renovação pedagógica e material da escola primária no Brasil, no século XX. Educar em Revista, Curitiba, n. 49, p. 103-120, jul./set. 2013.

SOUZA, Rosa Fátima. Preservação do patrimônio escolar no Brasil: notas para um debate. Revista Linhas, Florianópolis, v. 35, n. 1, p. 7-17, jan./abr. 2013. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723814262013199 Acesso em: 15 out. 2020.

STRAUBE, Ernani Costa. Guido Straube: perfil de um professor. Curitiba: Editora Gráfica Expoente, 1992.

VIDAL, Diana Gonçalves. Escola Nova e processo educativo. In: LOPES, Eliane Marta, FIGUEIREDO, Luciano e GREIVAS, Cynthia (orgs.). 500 anos de educação no Brasil. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2003. p. 497-518.

VIÑAO FRAGO, Antonio. Historia de la educación y historia cultural: posibilidades, problemas, cuestiones. Revista Brasileira de Educação, Rio de janeiro, n. 0, p. 63-82, set/dez. 1995

ZACHARIAS, Mariana Rocha Espaços e processos educativos do Ginásio Paranaense: os ambientes especializados e seus artefatos. 2013. 187 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2013.

ZANCUL, Maria Cristina de Senzi; SOUZA, Rosa Fátima. Instrumentos antigos como fontes para a história do ensino de ciências e de física na educação secundária. Educação: Teoria e Prática, Rio Claro, v. 22, n. 40, p. 81-99, maio/ago. 2012. Disponível em: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/article/view/6272. Acesso em: 16 out. 2020.

Downloads

Publicado

2023-03-20

Como Citar

ZACHARIAS, Mariana. As salas especializadas do Ginásio Paranaense e a constituição do patrimônio educativo do Colégio Estadual do Paraná. Revista Linhas, Florianópolis, v. 24, n. 54, p. 253–279, 2023. DOI: 10.5965/1984723824542023253. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/21441. Acesso em: 24 maio. 2024.