Prorrogado Prazo Submissões Dossiê 2022/2 “Geodiversidade e Geopatrimônio”

2021-07-06

As primeiras noções de geodiversidade surgem durante a década de 1980, no entanto, é a partir dos anos 2000 que se registra um aumento significativo de estudos no meio acadêmico e instituições de pesquisa internacionais e nacionais sobre o tema. O termo aparece, inicialmente, para expressar a diversidade geológica e geomorfológica; mas, atualmente, estende-se para outros componentes do meio físico, tais como os pedológicos, hidrológicos, paleontológicos e arqueológicos. Surge, deste modo, o conceito mais amplo de diversidade - diversidade abiótica ou geodiversidade-, em que o “geo” se refere aos componentes abióticos da Terra.

Associado à diversidade abiótica está o conceito de patrimônio ou geopatrimônio. Com a finalidade de valorizar e garantir a conservação deste patrimônio, a UNESCO criou em 2015 o Programa Internacional de Geociências e Geoparques, que certifica um território como Geoparque Global. O objetivo da certificação destes territórios consiste em garantir a conservação do geopatrimônio associado ao desenvolvimento sustentável das comunidades locais.

Estudos sobre a geodiversidade no Brasil ganham impulso na atualidade devido ao Programa Geoparque da UNESCO. Muitas áreas estão sendo propostas como territórios de geoparques. Em sua grande maioria os estudos de inventariação dos elementos da diversidade abiótica estão sendo realizados por pesquisadores vinculados às universidades. Os critérios para avaliação dos sítios do geopatrimônio, ou geossítios, são os valores que podem ser atribuídos aos elementos do geopatrimônio. Eles variam entre valores científicos, turísticos, educativos, culturais, econômicos e estéticos. 

Este dossiê da Revista PerCursos busca reunir artigos de investigação que tratam da valorização e conservação da geodiversidade ou diversidade abiótica enquanto elemento da paisagem que compõe o patrimônio natural. Contará com artigos voltados aos temas afins, tais como geoparque, geoconservação, geoturismo, geoducação, dentre outros, aplicados à gestão ambiental e ao planejamento territorial. Além de artigos, serão recebidas também resenhas, traduções e entrevistas.

Organização:

Professor Dr. Jairo Valdati, do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-graduação em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental - PPGPlan, da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, Brasil.

Professora Dra. Paola Coratza, do Dipartimento di Scienze Chimiche e Geologiche da Università degli studi di Modena e Reggio Emilia - UNIMORE, Itália.

Professor Dr. Leonardo José Cordeiro Santos, do Departamento de Geografia, da Universidade Federal do Paraná - UFPR, Brasil.

Prazo para envio: 12 de dezembro de 2021

Previsão de publicação: agosto de 2022