Imagem como pensamento criador: trajeto entre poesia, visualidade e cena em Protocolo Lunar

Autores

  • Sonia Lucia Rangel Universidade Federal da Bahia – UFBA (Bahia)

DOI:

https://doi.org/10.5965/2595034701122014049

Resumo

Trata-se de abordar uma acepção de Imagem como Princípio de Pensamento, suas funções de visibilidade, visualidade e virtualidade na organização da experiência sensível, associando aos campos do Imaginário e dos Processos de Criação em diálogo com o processo criativo de Protocolo Lunar, terceiro espetáculo do grupo de teatro Os Imaginários, da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia, que vem pesquisando dramaturgias cênicas com atores e estratégias do Teatro de Formas Animadas.
Palavras-chave: Visualidade. Teatralidade. Imagem. Processos criativos. Teatro de Animação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sonia Lucia Rangel, Universidade Federal da Bahia – UFBA (Bahia)

Artista visual e cênica, poeta, artista plástica, atriz, encenadora, cenógrafa, figurinista e diretora do Teatro Os Imaginários, de Salvador – BA. Mestre em Artes Visuais (1995) e doutora em Artes Cênicas (2002) pela Universidade Federal da Bahia – UFBA. Atualmente, é professora na Escola de Belas Artes, Escola de Teatro e no Programa de Pós Graduação em Artes Cênicas da UFBA. Artista inúmeras vezes premiada, pesquisa principalmente os seguintes temas: imaginário e teatralidade; mídias, teorias e processos de criação.

Downloads

Publicado

2018-03-22

Como Citar

RANGEL, S. L. Imagem como pensamento criador: trajeto entre poesia, visualidade e cena em Protocolo Lunar. Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas, Florianópolis, v. 1, n. 12, p. 049-061, 2018. DOI: 10.5965/2595034701122014049. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/moin/article/view/1059652595034701122014049. Acesso em: 25 set. 2022.