O futuro do teatro pode nascer também nos canteiros de obras de uma escola

Autores

  • Margareta Niculescu Union International de la Marionnette – UNIMA /França

DOI:

https://doi.org/10.5965/2595034701062009013

Resumo

O estudo analisa a experiência da autora como pedagoga teatral e diretora do teatro de bonecos em dois momentos importantes de sua trajetória profi ssional e artística. O primeiro quando fundou e dirigiu o Estúdio do Marionetista em Bucareste — Romênia entre os anos de 1972-1976. O segundo momento se refere às suas atividades como criadora e diretora da Escola Nacional Superior das Artes da Marionete — ENSAM — em Charleville — Mézières, França, em 1987. O texto destaca distintos caminhos a serem trilhados para a formação do ator animador. Refl ete sobre o ensino pautado em princípios da transmissão de saberes herdados; o ensino centrado na experimentação e opções pessoais do aluno; e a escola superior. Mais do que dar respostas prontas e defi nitivas o estudo objetiva questionar, instigar e fazer perguntas sobre a formação profi ssional no campo complexo da arte do teatro de animação.

Palavras-chave: Formação Profi ssional; Escola de Teatro; Teatro de Animação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Margareta Niculescu, Union International de la Marionnette – UNIMA /França

Diretora teatral, pedagoga de teatro, uma das mais reconhecidas personalidades do Teatro de Animação. Formada pelo Instituto de Artes Teatrais e Cinematográficas de Bucareste — Romênia, fundou naquela cidade o Teatro de Marionetes Tandarica. Ali reuniu uma equipe multidisciplinar formada por diretores teatrais, atores, cenógrafos e pintores interessados na pesquisa e na prática teatral. Sua primeira direção estreou em 1953 e desde então dirigiu espetáculos em diversos países da Europa e outros continentes. Em 1984 criou e dirigiu a
École Nationale Supérieure des Arts de la Marionnette - ESNAM em Charleville-Mézieres (França). Criou e editou a Revista PUCK — La marionnette et les autres arts - de 1988 a 1998. É membro do Comitê Executivo da UNIMA desde 1957, ocupando importantes funções como Vice- Presidente (1996 - 2000) e Presidente (2000 - 2004). Entre os anos de 1976 e 2004 dirigiu a Comissão de Formação Profi ssional da UNIMA e nesse período organizou programas de estudos e de distribuição de bolsas para marionetistas de diversos países, benefi ciando inclusive muitos brasileiros. Criou em 2003 e hoje edita a Revista e pur si muove! La Marionnette
aujourd’ hui.

Downloads

Publicado

2018-04-06

Como Citar

NICULESCU, M. O futuro do teatro pode nascer também nos canteiros de obras de uma escola. Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas, Florianópolis, v. 1, n. 06, p. 013-024, 2018. DOI: 10.5965/2595034701062009013. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/moin/article/view/1059652595034701062009013. Acesso em: 25 set. 2022.