Pesquisa transcultural: experiências com o golek wayang sudanês de Java Ocidental

Autores

  • Kathy Foley Universidade da Califórnia – Santa Cruz (EUA)

DOI:

https://doi.org/10.5965/2595034702162016136

Resumo

Estudar a arte no final da década de 1970 exigia que aprendêssemos a apreender
uma arte complexa em um idioma golek wayang local a partir de praticantes de uma aldeia cuja prática não correspondia ao modelo acadêmico do lugar. Língua, música, cultura, dança, dimensões espirituais e histórias complexas precisavam ser absorvidas e se tornaram uma base estrutural para a realização dessa rica arte do dalang sudanês de Java Ocidental.

Palavras-chave: Wayang golek. Boneco de varas sudanês. Dalang.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kathy Foley, Universidade da Califórnia – Santa Cruz (EUA)

Professora de Artes Cênicas na Universidade da Califórnia, em Santa Cruz. Pesquisa o sundanese wayang golek (Ilha de Java) na Indonésia em locais como o Indonisean Pekan Wayang (Festival Wayang) e a Smithsonian Freer Gallery. Integra as Comissões de Pesquisas e Publicações da UNIMA e a Comissão Executiva da UNIMA–EUA. Publicou artigos sobre Teatro de Bonecos Asiático e é editora do Asian Theatre Journal (Revista Asiática de Teatro).

 

 

Downloads

Publicado

2018-02-26

Como Citar

FOLEY, K. Pesquisa transcultural: experiências com o golek wayang sudanês de Java Ocidental. Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas, Florianópolis, v. 2, n. 16, p. 136-149, 2018. DOI: 10.5965/2595034702162016136. Disponível em: https://www.periodicos.udesc.br/index.php/moin/article/view/10596518091385021620161361059652595034702162016136. Acesso em: 25 set. 2022.